Festividade do Conjunto Jardim do Senhor

Eu indico!

Festividade do Conjunto Jardim do Senhor (2011)

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Dinâmicas para volta as aulas





O primeiro dia de aula é fundamental para o entrosamento entre aluno e professor, seja de qualquer nível, ensino fundamental, ensino médio ou ensino superior, da rede pública ou privada, o relacionamento entre professor e aluno está diretamente relacionado com o aproveitamento e aprendizado da turma. Dinâmicas para o primeiro dia de aula vem se tornando quase que rotina nas escolas pois os educadores podem comprovar sua eficiência na apresentação da classe como do professor. 

Primeiro dia de Aula dinâmica - Tudo sobre mim

Objetivos dessa dinâmica para primeiro dia de aulas é conhecer o participante, promover o auto-conhecimento e conhecimento do outro além de promover o relacionamento interpessoal e a autoconfiança.
Materiais: Uma folha contendo o formulário abaixo:
a. O que eu mais gosto de fazer?
b. O que menos gosto de fazer?
c. Uma qualidade minha é:
d. Um defeito meu é:
e. Pretendo chegar a ser:
Procedimento: Cada participante receberá uma folha contendo o formulário.
Os participantes terão 15 minutos para responder.
Depois dos 15 minutos cada um se apresentará ao grupo, lendo o que escreveu.
Dicas: Promover um ambiente agradavel e descontraído para que todos possam se apresentar.
Observar se o participante tem um bom auto-conhecimento, como reage as respostas de seus colegas.
Tempo de aplicação: 30 minutos
Número máximo de pessoas: 10
Número mínimo de pessoas: 2

Painel de boas vindas interativo:
A VIAGEM
Objetivos:

Levantar as expectativas dos alunos em relação ao ano letivo;
Acolher o novo grupo;
Ornamentar a sala de aula de maneira significativa.
Procedimento:

O professor afixa na parede da sala um painel com uma paisagem de fundo. No mesmo deve estar escrito: Sejam bem-vindos a viagem do saber!
A paisagem de fundo pode ser: marítima, celeste, florestal, etc...

A proposta é construir o painel com o grupo.
Sendo paisagem marítima, propor que cada aluno faça a dobradura de um barco e imaginem a viagem decorando-o livremente e escrevendo uma palavra ou frase o que espera alcançar durante a mesma, ou seja, quais são suas expectativas em relação ao ano letivo.
Sendo celeste podem ser confeccionados pequenos aviões de papel.
O fundo florestal permite que cada um escolha um animal ou planta com o qual se identifica e construa da mesma forma: dobrando, recortando, colando...
O importante é que os alunos expressem seus sentimentos e desejos. Com tudo pronto oportunizar um momento agradável onde cada um prenderá o que construiu no painel de boas-vindas interativo, apresentando-se à turma.


QUE MÚSICA VOCÊ É?

Objetivo: Propiciar a apresentação dos alunos de forma descontraída;
Levar os participantes a identificarem seus ritmos e gêneros musicas, assim como refletirem sobre a importância de respeitar as preferências alheias.
Procedimentos:
Solicitar aos alunos que escolham dentre as músicas que conhecem e gostam um trecho que, de alguma forma, o represente.
Cada um deve cantar o trecho escolhido para a turma.
O professor/dinamizador da atividade tem o papel de sondar se todos já ouviram aquela música, quem é o cantor(a), qual gênero musical, por que foi escolhida, se alguém não gosta, etc.
A regra é não repetir as músicas já apresentadas e respeitar as preferências dos colegas.
Com todos devidamente apresentados pedir que sistematizem no papel criando um cartaz de sua apresentação.
Com todos os cartazes prontos criar um painel para sala de aula: “Somos como músicas”.

ÁRVORE DOS SONHOS
Representar uma árvore no papel pardo ou cartolina; afixá-la no painel ou parede. Em cima da árvore, escrever uma pergunta relacionada com o assunto (pode ser sobre questões ambientais, regras de convivência, o ambiente escolar etc) que será tratado durante o bimestre, trimestre... Ex.: Como gostaríamos que fosse...?

Cada criança receberá uma "folha da árvore" para escrever seu sonho, o sonho é o que a criança espera que "aconteça de melhor" para o assunto em questão. Depois, pedir para cada criança colocar sua folha na árvore dos sonhos.

Obs: Esta atividade poderá ser retomada durante o período que for trabalhado o assunto, ou ao final do período para que haja uma reflexão sobre o que eles queriam e o que conseguiram alcançar.


Balão dos sonhosObjetivos: integrar o grupo e falar dos sonhos.

Descrição: entregar um balão colorido e um pedaço de papel para cada pessoa. Pedir para que anotem seu maior desejo para este ano e como pretendem realizá-lo. Colocar o papel dentro do balão, encher e amarrar. Fazer um círculo e, dois a dois, conversar sobre este sonho. Depois, ao som de uma música, soltar os balões para o alto, de modo que todos se envolvam na brincadeira. O animador vai motivando o grupo para não deixar cair ou perder nenhum dos sonhos; que o ar leve estas intenções para cima, para o mundo, e que sejam para melhorá-lo.

Finalizar: finalizar com um abraço, desejando boas vindas ao colega de turma
Material: Para essa dinâmica só é necessário um espaço livre para que as pessoas possam se movimentar


Estourando o balão

Sugestão de aplicação: Reunião de pais e professores no início do ano ou até mesmo com os próprios alunos.
Categoria: Apresentação e quebra -gelo
Objetivo : Apresentar pais e professores e/ ou alunos
Material: Crachá com nome dos participantes e balões
Número de participantes: Não há limites

Desenrolar

1º Passo: O facilitador ( pode ser o(a) professor(a) ) entrega a cada participante um balão, estipula um tempo e pede a todos que os  encham.Caso a equipe não consiga realizar   no tempo determinado, paga uma prenda, determinada anteriormente.

2º  Passo: Um participante, segurando o balão, pega um crachá em cima da mesa,e, em seguida, lê  o nome que está escrito nele. A pessoa cujo nome foi lido levanta a mão.

3º Passo: O participante que está com o crachá dirige-se rapidamente à pessoa que está com a mão levantada, coloca o crachá nela, pressiona o balão entre as duas e estoura-o.

4º Passo:A pessoa que recebeu o crachá corre até a mesa e segue os mesmos passos que o primeiro participante , e assim sucessivamente, até que todos recebam seu crachá.
Finalizando com uma salva de palmas para o  animado  grupo

          História coletiva

Finalidade: Desenvolver a fantasia e reflexão quanto ao entrosamento do grupo.


Característica: Imaginação, verbalização, rapidez, espírito de equipe.

Descrição:  
1. Sentados em roda, alguém inicia uma história (de preferência com um enredo fantástico e estimulante).
2. A história vai sendo completada pelo colega vizinho à sua direita e assim sucessivamente até todos darem sua contribuição a essa história maluca.

          3. Termina quando todos já tiverem contribuído para a história.

           Comentários:
O educador (coordenador) deve frisar que uma regra fundamental do jogo é a não-interrupção da história, ou seja, ao receber o enredo passado pelo colega à sua esquerda, o participante deve imediatamente continuar a história com uma relativa coerência.


DINÂMICAS DE INTEGRAÇÃO - MEMORIZAÇÃO DE NOMES



As dinâmicas de integração para o primeiro dia de aula têm como objetivo que os participantes se apresentem, que memorizem os respectivos nomes, que iniciem um relacionamento amistoso e que se desfaçam as inibições que falem de suas expectativas para o início do ano letivo ou do curso.
O professor ou educador começa com a apresentação e depois pede que os alunos se apresentem da seguinte maneira.
1) Eu sou... e você, quem é? 
Formar uma roda, tomando o cuidado de verificar se todas as pessoas estão sendo vistas pelos demais colegas. 
Combinar com o grupo para que lado a roda irá girar. 
O educador inicia a atividade se apresentando e passa para outro. Por exemplo: "Eu sou João, e você, quem é?" "Eu sou Márcia, e você, quem é?" "Eu sou Lívia, e você quem é?" 
A dinâmica de integração pode ser feita com o grupo de alunos ou estudantes sentados sem a roda girar. 

GRAVAR O NOME DO COLEGA

Objetivo: Esta dinâmica propõe um "quebra gelo" entre os participantes. Ela pode ser proposta no primeiro dia em que um grupo se encontra. É ótima para gravação dos nomes de cada um.
Material: NenhumProcedimento: Em círculo, sentados ou de pé, os participantes vão um a um ao centro da roda (ou no próprio lugar) falam seu nome, juntamente com um gesto qualquer. Em seguida todos devem dizer o nome da pessoa e repetir o gesto feito por ela. Sendo que todos devem repetir em somatória.

Apresentar-te: 
Material Necessário: Objetos diversos (xale, óculos, chapéu, colares etc.) 
Propor aos participantes apresentarem-se, individualmente, de forma criativa. Deverá ser oferecido todo tipo de objetos para que eles possam criar dentro da vontade de cada um. 


 Alô, alô! Formar uma grande roda com todos os participantes e pedir que cada um se apresente de forma cantada com a seguinte frase: "Sou eu fulano, que vim para ficar; sou eu, fulano, que vim participar." É importante que cada um fale o seu nome, pois este simples exercício trabalha a autoestima. 


Procurando um coração... 
Material Necessário: Corações de cartolina cortados em duas partes de forma que uma delas se encaixe na outra. Cada coração só poderá encaixar em uma única metade. 

Distribuir os corações já divididos de forma aleatória. Informar que ao ouvirem uma música caminharão pela sala em busca de seu par. Quando todos encontrarem
seus pares, o educador irá parar a música e orientar para que os participantes conversem.



Abraçando amigos 
Formar uma grande roda. Colocar bem baixinho uma música agradável. Informar que o grupo deverá estar atento à ordem dada para executá-la atentamente. Exemplo: "Abraço de três" e todos começam a se abraçar em grupo de três; "abraço de cinco", "abraço de um", "abraço de todo mundo." É importante que o educador esteja atento para que todos participem. 


 Quando estiver... 
Com o grupo em círculo, o primeiro a participar começa com uma frase. Exemplo: "Durante minhas férias irei para a praia..". O segundo continua: "Quando estiver na praia farei um passeio de barco. O seguinte dirá: "Quando estiver no barco, irei..." 


Apresentação 

Propor a criação coletiva de uma história incluindo o nome de todos os participantes do grupo. Durante a narrativa, quando o nome de um participante for pronunciado, ele deve levantar-se, fazer um gesto e sentar-se de novo. 

DINÂMICAS ENGRAÇADAS PARA CLASSE - DA CONFUSÃO A ORDEM

Estas atividades são ideais para que a criança perceba a necessidade da organização para o bom desempenho das atividades. O professor pode, a partir da fala das crianças, levantar algumas regras para a organização em sala de aula.

Pedir para que as crianças, todas ao mesmo tempo, cantarem uma música para o seu companheiro do lado (esta atividade gerará um caos); 

depois pedir a um aluno que cante a música dela para a classe.

As crianças perceberão como o caos é desagradável e como a ordem tem um sentido. 

O professor poderá levantar com as crianças outras situações vividas onde a organização é essencial. 

Frases de Boas Vindas para início das aulas - podem ser espalhadas pela escola

"Seja bem vindo a uma jornada rumo ao conhecimento, bem vindo a escola."
"Sorria, você está chegando na sua Escola!"
"Seja bem-vindo, sua presença muito nos alegra!"
"Que bom que você está aqui!"
"Caros alunos, a direção, os professores e funcionários saudamos sua honrosa presença."
"Escola, local onde os amigos se encontram."

"Mais um ano que começa, seja bem vindo a sua Escola."